Fine Art: Muito além da impressão

A expressão Fine Art  é bem comum no meio fotográfico. Serve tanto para designar um processo de impressão altamente especializado quanto para referenciar o circuito de exposições fotográficas e o mercado emergente dos colecionadores de fotografia. No entanto, há mais uma aplicação para o termo: trata-se da prática da fotografia, sem cunho comercial, pautado exclusivamente pela experiência pessoal do autor, sendo caracterizada pelo tom fantasioso das produções.

Seguindo essa definição, descrever o surgimento desse estilo é tarefa bastante complexa, uma vez que a expressão raramente é usada em texto sobre fotografia contemporânea ou mesmo de história da arte. Os pioneiros do estilo não são simplesmente encontrados e o próprio termo, que se popularizou na era digital, aparece indiscriminadamente em diversos sites e redes sociais.

Dentre os fotógrafos que se auto denominam “fine art”, percebe-se que uma grande parcela deles trabalha com a construção de narrativas, têm como proposta principal da imagem contar histórias. Outro considerável grupo, também, é inspirado na pintura. Por último, nota-se, de maneira crescente, um alarmante número de fotógrafos que utilizam o termo, de forma completamente equivocada, para sofisticar seus trabalhos.

Prestando um pouco mais de atenção a esse contexto – considerando o uso adequado do termo – , é possível identificar parentescos e conexões com correntes melhor estudadas, o que permite um melhor entendimento da fotografia fine art no cenário contemporâneo.

Embora o termo seja comum, a aplicação desse estilo per se ainda sofre para ser compreendida. Fotógrafos de diferentes linhas de atuação estão, ao poucos, descobrindo e procurando se aprofundar nesse universo, porém a falta de uma fundamentação clara e de um referencial teórico sólido – especialmente no Brasil – dificultam o estudo e desvirtuam significados.

Pensando nessa dificuldade de entendimento sobre o verdadeiro significado da fotografia Fine Art, o Instituto Internacional de Fotografia (IIF), em parceria com a artista visual Danny Bittencourt, desenvolveu o Photo Inspiration, o primeiro congresso internacional de fotografia artística.

Criado a partir da vontade de expandir a discussão no âmbito da fotografia como arte, o Photo Inspiration vem com o principal objetivo de colocar a fotografia em um lugar mais comum e acessível. O evento busca estabelecer um paralelo entre os conhecidos segmentos da fotografia como o fotojornalismo, fotografia documental, paisagem, arquitetura e retrato como linguagem para um campo de expressão autoral.

Serão dois dias nesse universo.  Nos dias 24 e 25 de Outubro, nove palestrantes, especialmente escolhidos,  dividirão com o público suas experiências, conhecimento e impressões sobre esse mercado tão rico de possibilidades.

Acesse o site para mais detalhes: https://photoinspiration.com.br/

Para dúvidas ou informações, entre em contato com os organizadores pelo e-mail eventos@iif.com.br  ou pelo telefone (11) 3021-3335

*Baseado no livro “Fotografia Fine Art” de Danny Bittencourt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Parceiros

Desenvolvido por