// Novo olhar: modelos falam sobre direção de modelagem para fotógrafos

Por: Lara de Oliveira Santos

Ao fotografar retratos, um profissional necessita de muito mais do que técnica. Trabalhar com pessoas significa saber lidar com elas e, na fotografia, saber dirigi-las.

A maioria dos cursos de fotografia, no entanto, abordam a direção de modelos por meio do fotógrafo. Apesar de também ser uma boa maneira de compreender o assunto, entendê-lo pelo olhar das próprias modelos pode trazer novos esclarecimentos.

Por isso, o Instituto Internacional de Fotografia (IIF) resolveu inovar e introduziu o workshop “Direção de Modelo para Fotografia Artística”. No dia 29 de setembro, interessados por fotografia feminina terão a oportunidade de aprender com as modelos Débora Fernandes e Letícia Clares como identificar, tratar e prepará-las para um ensaio.

Débora (à direita) e Letícia (esquerda) em ensaio sensual

Em aula, elas também falarão com mais detalhes sobre suas trajetórias como profissionais. “Fiz a primeira sessão apenas para ver como era e também porque sempre gostei de arte. Então vi na fotografia uma ótima maneira de conhecer e expressar minhas emoções”, explica Débora, que é modelo desde 2010.

Para Letícia, a carreira de modelo se iniciou há mais tempo; aos seus 10 anos, no caso. “Parei com os trabalhos [de modelagem] ao entrar na universidade porque meu foco estava em me formar e trabalhar na área de Linguística, mas em 2015 fiz meu primeiro ensaio de nu, assim como a Débora, por curiosidade, e não parei mais de posar”, conta.

Ao se conhecerem, logo notaram um pensamento semelhante e decidiram se juntar como profissionais. “Nos conhecemos na fotografia Fine Art e percebemos que tínhamos projetos em comum, então decidimos começar os workshops de direção de modelo juntas. Sem dúvida, nossa maior motivação veio das experiências práticas que já vivemos: há muitos fotógrafos com dificuldades em dirigir uma modelo ou cliente”, diz Letícia.

Nem sempre é fácil, no entanto, reconhecer quais são as principais maneiras de alcançar sucesso. “Precisa ter muito profissionalismo e conhecimento na área. Fotos sensuais são intimistas, então, se ele não está seguro com seu trabalho, não irá conseguir passar segurança para sua cliente/modelo”.

Para mais informações sobre o curso, acesse o site ou ligue para (11) 3021-3335. Caso tenha interesse em outros sobre Fotografia Feminina, clique aqui para entender mais sobre a proposta do IIF e de cada um dos workshops.

Cadastre-se e receba as principais novidades do ramo da fotografia.

Posts Relacionados

Inscrições abertas para Prêmio Newborn Brasil 2019

Inscrições abertas para Prêmio Newborn Brasil 2019

O Prêmio Newborn Brasil está com inscrições abertas para a sua terceira...

Sete motivos para participar do Photo Meeting

Sete motivos para participar do Photo Meeting

O início de um novo ano traz a oportunidade de começar novas aventuras e dar...

Carla Durante leva fotografia subaquática brasileira para o WPPI 2019, em Las Vegas

Carla Durante leva fotografia subaquática brasileira para o WPPI 2019, em Las Vegas

Carla Durante, um dos nomes mais reconhecidos da fotografia subaquática do...

Investigação fotográfica sobre série de assassinatos vira fotolivro com campanha de crowdfunding

Investigação fotográfica sobre série de assassinatos vira fotolivro com campanha de crowdfunding

Os limites entre o real e a ficção são o convite para uma imersão na trama...

Parceiros