Fotografando newborn junto à família com Gustavo Sousa

Ele até tentou negar a sua paixão. Assim, como tantos outros adolescentes, via a fotografia apenas como um hobby. Cursou a faculdade de Educação Física e atuou na área por um tempo. Mas não se sentia satisfeito. Decidiu fazer um curso profissional de fotografia no Centro Europeu: “[…]e então percebi que era isso que eu realmente queria para minha vida, que era isso que me realizava e deixava meus dias mais alegres”.

E foi assim que a carreira de Gustavo Sousa começou. Depois do curso, Gustavo começou a investir em equipamentos, a participar de workshops e congressos sobre fotografia. “Comecei a fotografar famílias, no começo, de amigos, fui então criando meu portfólio”, afirma o fotógrafo. Aos poucos, ele consolidou sua carreira e sua marca, e especializou-se em fotografia newborn e de família.

Membro da Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos, trabalha na área desde 2011 e já recebeu duas premiações da Instituição Outstanding Maternity Award. Atualmente, seu trabalho é bastante reconhecido, principalmente por sua habilidade aprofundada para fotografar bebês bem novinhos, entre seis a 12 dias de vida. Mas sempre há exceções: “O bebê mais novo que eu fotografei tinha apenas quatro dias”, conta Gustavo. Às vezes, por questão de agenda, isso acontece, porém não é recomendado. O fotógrafo considera “uma idade mínima ideal de pelo menos seis dias. Antes disso, eles ainda têm muita fome e necessidade de sucção e estão se adaptando às mamadas”.

Suas fotos têm um aspecto mais sóbrio, sem extravagâncias e exageros. Para ele, menos é mais: “Optei por cenários mais ‘clean’, pois acredito que assim consigo valorizar mais o bebê. […] damos preferência para o monocromático e tons m
ais neutros
”. Criar situações muito artificiais não são muito a sua praia. Gustavo preza pela naturalidade: “Gosto muito de poses orgânicas. […] Uso luz natural e adoro fotos no contra-luz”.

Com várias palestras oferecidas no currículo, Gustavo já consegue identificar as principais dúvidas dos fotógrafos. Ele explica que “as perguntas variam conforme o público que está sendo alcançado”. Aqueles, que estão no início da carreira, têm aquelas perguntas básicas sobre quais câmera e lente usar, como fotografar com baixa luminosidade e quais acessórios necessários. Quando trata-se daqueles que já iniciaram nessa área, as perguntas são mais complexas: “Como lidar com bebês difíceis? O que fazer quando eles não dormem? Como manter o bebê na pose? Qual o ângulo certo para fotografar?”, exemplifica o profissional.

No seu portfólio, o destaque fica por conta das fotografias de newborn junto as suas famílias. Gustavo gosta de registrar esses momentos especiais entre o recém-nascido e os pais e familiares. “Sou uma pessoa muito caseira, que demais os momentos em família, isso, talvez, me trouxa uma sensibilidade para captar esses momentos de forma afetiva, evocando sentimentos genuínos”, revela.

Inclusive, esse é o tema que Gustavo trará para a 7ª edição do Newborn Photo Conference: fotogra
fia do newborn com a família. “Desde que recebi o convite já comecei a montar minha palestra, juntamente com minha esposa Kátia, que é quem me ajuda nos ensaios newborn, montando as produções e posicionando o bebê”, confidencia o fotógrafo. Segundo ele, os dois estão muito animados com o convite e “cheios de ideia para emocionar e transformar a vida de cada espectador”.

Em 2013, Gustavo participou da Newborn Photo Conference, em Florianópolis para aprofundar seus conhecimentos nessa área: “Na época estava apenas começando a criar meu portfólio de newborn e o congresso foi muito importante para eu ter certeza de que era isso mesmo que eu queria e de que eu deveria seguir em frente com esse sonho. Foi incrível, amei cada palestra e sigo até hoje alguns dos palestrantes daquela época. Fiz também alguns amigos lá que mantenho a amizade até hoje”.

Esse ano, ele estará no palco, compartilhando todo o seu expertise obtida ao longo dos anos. Ele nos conta que “receber o convite para ser palestrante no NPC foi realmente uma emoção”.

A palestra do Gustavo, segundo o próprio, está fundamentada em três pilares: luz, pose e conexão. “Vamos abordar qual a melhor luz e de onde ela deve vir. Vamos mostrar como posicionar o bebê e os pais, e, principalmente, vamos dar ênfase à conexão, que é a responsável por evocar os sentimentos genuínos e assim conseguir transmitir, na foto, a felicidade, afeto e amor da família”, conta.

Não perca a chance de ouvir essa e outras palestras. A 7ª edição do Newborn Photo Conference acontecerá entre os dias 18 e 20 de Abril , trazendo 13 palestrantes, brasileiros e estrangeiros. Garanta já o seu ingresso pelo site. A conferência será transmitida online, também. Acesse:  NEWBORNPHOTOCONFERENCE.COM.BR/2017/

Mais informações: [email protected] ou (11) 3021-3335

 

– Por Vivian Kuppermann Marco Antonio

E-book-gratuito-7-passos-da-fotografia-newborn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 51 = 52

 

Parceiros

Desenvolvido por