Fotografia panorâmica e tour virtual: tendências se propagam

ccA fotografia panorâmica é um recurso novo e absolutamente encantador: todos acham lindo e muito divertido ficar olhando as paisagens lá do alto da Torre Eiffel (ou da Torre di Pisa, da Tower of London e até mesmo – por mais incrível que pareça – de Marte). Mas um fotógrafo, designer ou até mesmo publicitário, antes de tentar a sorte numa nova área do mercado, pensaria muito mais no retorno financeiro do que na diversão que a fotografia panorâmica e imersiva pode proporcionar. Será que vale a pena investir tempo e dinheiro em cursos, equipamentos e softwares?

Aparentemente, sim. A fotografia panorâmica tem se mostrado, cada vez mais, como uma forte tendência no mercado. À medida que a internet se transforma no maior canal de vendas, os clientes procuram um diferencial para expor os seus produtos.

Hotéis, bares, restaurantes e até mesmo lojas virtuais vêm procurando cada vez mais os tours virtuais e as panorâmicas para mostrar seus espaços, produtos e serviços. E os motivos são evidentes: utilizando este recurso, as marcas ganham credibilidade junto ao cliente, que sabe exatamente o que vai adquirir, diminuindo assim as chances de um desapontamento em relação à compra.

Além disso, esse tipo de exposição garante a interatividade, também ligada à credibilidade, aumentando o tempo de visita no site. Quanto maior o tempo de visita, maiores são as chances de compra. As experiências que esse tipo de recurso pode proporcionar não são mensuráveis e ainda são pouco exploradas perto do grande potencial que possui.

Quem procura?

Várias marcas já aderiram a essa ferramenta. Um bom exemplo é a gigante espanhola Space Ibiza, uma das maiores baladas de música eletrônica do mundo, que tem inúmeras fotos panorâmicas na sua galeria e ainda proporciona um tour virtual para quem não conhece o espaço.51

Além dela, incontáveis bares, hotéis e restaurantes, no Brasil e mundo a fora, estão procurando esse serviço. O Hotel Tayo, em Caldas Novas, o restaurante Tem Kai, no Rio de Janeiro e a balada Layout80, em Curitiba são apenas alguns exemplos de como a fotografia imersiva está se espalhando pelo Brasil.

O curso no IIF

O IIF foi uma das primeiras instituições de ensino de fotografia a oferecer o curso de Fotografia Panorâmica e Imersiva. Com uma carga horária de 28 horas divididas em três dias, o curso oferece todas as noções necessárias para realizar um trabalho de altíssima qualidade.

Estão abertas as inscrições para a turma dos dias 24, 25 e 26 de maio.

Mais informações: http://www.iif.com.br/site/fotografia-panoramica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Parceiros

Desenvolvido por